asdep@asdep.com.br (51) 3217.9999
LOGIN DO ASSOCIADO
05/10/2017

Programa Mediar recebe elogios de docentes de Portugal

Em agenda no Rio Grande do Sul, onde vieram para participar dos Diálogos sobre Segurança Pública e Polícia Judiciária promovido pela Associação dos Delegados de Polícia do RS (ASDEP), os Professores Doutores da Universidade Autônoma de Lisboa, Alex Sander Pires e Pedro Trovão Rosário, conheceram, na manhã desta quinta-feira (5), o Programa Mediar instalado na a Central de Termos Circunstanciados da Polícia Civil.

Acompanhados pelo presidente da ASDEP, delegado Cleiton Freitas, e pela vice-presidente da entidade, delegada Viviane Viegas, os dois receberam informações sobre o programa de mediação implantado pela PC desde 2013. De acordo com a gestora e criadora do Programa Mediar, delegada Sabrina Deffente, a mediação é uma forma de prevenção à ação criminal. “As pessoas perderam a capacidade de dialogar, de ouvir o outro. O programa incentiva a estabelecer uma empatia com outro, conhecer o seu problema e buscar uma solução conjunta”, explica.

Atualmente, são 31 núcleos de mediação de conflitos no Estado, sendo que o objetivo é chegar aos 50 até o final deste ano, devido à importância que eles têm na resolução de conflitos. “Fizemos um estudo para verificar o quanto esse programa seria relevante para a instituição e nos deparamos, ao analisarmos as ocorrências, que 57% delas seriam passíveis de mediação”, revela Sabrina.

De acordo com Cristiane Pires Ramos, delegada responsável pela Central de Termos Circunstanciados, “a mediação é um trabalho muito bonito, pois vemos as coisas se resolvendo e as pessoas voltando a ter confiança umas nas outras. A solução de conflitos, desta maneira, é boa para todos. É boa para as pessoas, para a sociedade e para a polícia”, destaca.
  O professor Alex Sander Pires se disse impressionado com o trabalho desenvolvido no Rio Grande do Sul. “Gostaria de registrar minha admiração pelo modelo implantando aqui por vocês. Estou apaixonado pelo que ouvi, tanto que peço que me encaminhem todos os passos do programa, desde o projeto até a execução, para que eu estude em Portugal e o leve adiante”.

O programa, no entanto, já era conhecido pelos docentes. A delegada Viviane, durante o ciclo de aulas em Portugal, onde é Doutoranda da Universidade Autônoma de Lisboa, apresentou o programa em linhas gerais. “No entanto, para que percebessem toda a relevância e efetividade do Mediar, era fundamental que realizassem essa visita e conhecessem o mecanismo e funcionamento do mesmo”.
 

Rua Visconde de Inhaúma, 56
Bairro Azenha, Porto Alegre/RS